terça-feira, 18 de novembro de 2008

Sabiá-do-campo


Sabiá-do-campo e filhote
Local: Mata ciliar - Rio Jaú - Jaú-SP
Data: 16/11/2008

2 comentários:

paulo guerra disse...

"Um dos melhores imitadores de outras aves na natureza. Alguns indivíduos repetem o canto de até 6 espécies diferentes. Além dessas imitações, usadas na época reprodutiva (julho a dezembro), possui um canto próprio, onde lança mão dos chamados mais graves e agudos característicos, iniciando ou terminando a imitação.
Vive nas áreas abertas de todo o país, desde próximo à costa até o alto das serras. Na planície pantaneira, comum em todos os ambientes abertos, especialmente nas áreas de cerrado menos inundados. Adapta-se a ambientes agro-pastoris, bem como áreas periféricas às cidades ou parques no seu interior. Ocorre em toda a RPPN, exceto nas áreas com adensamento de árvores. Nesses locais, pode ser notado pousado em galhos expostos das bordas ou árvores e arbustos isolados, onde monta sentinela e avisa da chegada de perigo para os outros membros do grupo familiar. Caça invertebrados no solo e alimenta-se em frutos caídos. Também é um predador ocasional de pequenos vertebrados e saqueia ninhos de outras espécies. Aproveita-se de gordura e carne em mantas de charque ao sol (daí o nome papa-sebo). Possui uma tática especial para apanhar invertebrados no solo. Para, entreabre as duas asas em movimento ritmado. Se as presas assustam-se, apanha-as. Caso contrário, anda ou corre mais um pouco e torna a fazer o mesmo movimento.
Apesar de viver em grupos familiares, são muito agressivos entre si e usam os longos bicos e as garras fortes em brigas sem trégua (origem do nome galo-do-campo). As pernas, longas e negras, servem para caminhadas e corridas. Junto com a característica cauda longa, terminada em ponta branca, caracterizam bem a ave. A listra superciliar branca, destacada pela faixa negra na altura dos olhos é outra característica importante para identificação. Os olhos dos adultos são amarelados, marrom escuros nas aves juvenis, as quais também possuem o peito rajado de cinza escuro."
.
Retirado do Guia das Aves do Pantanal
.
site
http://www.avespantanal.com.br/paginas/index.htm

Tata disse...

Lindíssima essa foto! Adorei!